sexta-feira, 7 de setembro de 2018

[Livro/ Tag Inéditos] - Fique comigo - Ayòbámi Adébáyò


Photography by @agarotaraivosa on Instagram

Que livro! A edição de Julho da TAG Inéditos vai deixar saudades. A obra da Nigeriana Ayòbámi Adébáyò nos faz refletir sobre amor, futuro e sacrifício do ponto de vista dos casal protagonista Akin e Yejide.

O romance de estreia ambientado na Nigéria e Finalista do Baileys Women’s Prize for Fiction, dá voz ao casal protagonista, que conta a história de seu casamento — e os obstáculos que encontram durante seu relacionamento.

Yejide e Akin se apaixonaram rapidamente e se casaram e apesar da família de Akin ter esperado que o mesmo tivesse várias esposas como ditava a tradição nigeriana, ele e Yejide concordaram que teriam um  relacionamento exclusivo.
Entretanto, após anos de casamento Yejide não consegue engravidar, a mesma passa a buscar desde médicos convencionais à curandeiros e receitas milagrosas. 

Yejide é surpreendida ao ser apresentada à uma jovem moça, segunda esposa de Akin. O fato estremece o relacionamento dos protagonistas devido à promessa de monogamia descumprida por Akin e a incapacidade de Yejide em engravidar.
Para a protagonista, a gravidez é a única solução para salvar seu casamento, fato que ocorre, mas aquele preço?

Fique comigo é um romance emocionante  que não coloca em debate apenas os costumes, valores e tradições familiares da sociedade nigeriana, mas também nos faz embarcar no momento político enfrentado pela população dest
e país nos anos 80. 

Esta é uma obra que fala sobre sacrifícios pessoais, maternidade compulsória, doença mental, fragilidade masculina e cultura.

Obra recomendadíssima, sem dúvida o melhor inédito enviado até o presente momento, foi uma grata surpresa.

Para os não assinantes que estejam interessados nesta leitura, o livro tem previsão de chegada nas livrarias em 10/2018 pela editora Harper Collins BR e custará entre R$30,00 e R$40,00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opa! Seu comentário é bem vindo (comentários contendo pornografia, palavrões, ofensas raciais, misóginas e homofóbicas serão deletados)