terça-feira, 18 de setembro de 2018

[Livro/ Tag Inéditos] - O quarto em Chamas - Michael Connelly


Photography by @agarotaraivosa on Instagram

Indo pelo caminho totalmente inverso ao mês de Julho, a edição inédita enviada pelo clube de assinaturas de livros TAG - Experiências Literárias no mês de Agosto não conseguiu ser tão empolgante quanto a obra antecessora.  "O quarto em chamas" é a 17º obra protagonizada pelo detetive Harry Bosch, agente de homicídios do departamento de policia de Los Angeles.

Desde 1992, o autor Michael Connelly tem envolvido seus leitores através das investigações e complicações da vida pessoal de Bosch, criando todo um universo e atraindo a atenção da Amazon Studios que, em 2015 produziu a primeira temporada da série homônima ao protagonista inspirada nos três livros da série de Conelly: City of bones/ Cidade dos Ossos (Ed. Record, 2004), Echo Park (Ed. Ponto de Leitura, 2010) e The concrete blonde (sem publicação no Brasil, 1994). O seriado baseado na vida do detetive Bosch deu tão certo que foram produzidas mais 05 temporadas, todas disponíveis na plataforma de streaming da Amazon, a Amazon Prime Video.

Em O quarto em chamas encontramos o detetive Bosch se encontra no departamento de casos abertos/não resolvidos e se depara com as dificuldades de solucionar um crime muito antigo e sem pistas enquanto assume o papel de tutor para sua nova parceira que se recupera psicologicamente de uma ação policial que resultou em mortes.

Apesar do óbvio sucesso da série de livros de Conelly, não consegui me conectar com a trama proposta e/ou com os protagonistas de "O quarto em chamas", a leitura foi cansativa e desinteressante. Entretanto tenho convicção que, leitores assíduos das demais obras de Connelly e que possuem toda uma historia e afetividade com o protagonista e o estilo de escrita encontrem facilidade nesta leitura. O leitor da TAG inédito de Agosto, provavelmente não se apegou à obra pois pegou o bonde andando não tem o background das 16 obras anteriores.

A verdade é que o brilho de "Fique comigo" ofuscou um pouco a leitura, infelizmente acabei por me apegar mais ao Bosch (Titus Welliver) da tela da Amazon que o Bosch literário, mas pretendo sim dar uma nova chance à obra de Conelly, desta vez, começando pelo primeiro livro.

Enfim, a edição de Agosto já está nas nossas mãos, esperamos que seja uma boa surpresa. Vejo vocês em breve. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opa! Seu comentário é bem vindo (comentários contendo pornografia, palavrões, ofensas raciais, misóginas e homofóbicas serão deletados)