domingo, 4 de novembro de 2018

[Prime Vídeo/ Filme] Tully, 2018

Sinopse: Marlo, mãe de três filhos, um deles recém-nascido, vive uma vida muito atarefada quando, certo dia, ganha de presente de seu irmão uma babá para cuidar do bebê durante a noite. Embora um pouco hesitante, Marlo é surpreendida por Tully, a babá.


Esqueça a protagonista fodona de Atômica (2017), neste delicado drama, Charlize Teron surge com 23 quilos a mais para mostrar o cotidiano de um dos momentos mais marcantes e complicados da vida feminina: a maternidade.

Apesar de claramente ser uma mulher que está "aguentando firme", Marlo consegue passar para o telespectador o cansaço de administrar uma carreira, um filho autista, uma filha que precisa de 
atenção, uma casa, um marido ausente e uma gravidez indesejada. 

As dificuldades de manter o filho na escola e o cuidado individual que o mesmo necessita e que Marlo tenta prover deixa claro que a protagonista é a engrenagem que mantém a família unida, quando o bebê nasce, as ocupações de Marlo como força motriz desse pequeno universo familiar se tornam demais para que a mesma possa lidar, cedendo então à oferta de seu irmão, em empregar uma babá noturna, para que a protagonista possa descansar.

Tully surge como uma brisa de liberdade, permitindo que Marlo finalmente possa voltar a respirar. Tully é uma alma livre de 26 anos, sem compromissos, de mente aberta e muito bem disposta, uma criatura que está disposta a ajudar Marlo a passar por esse momento tão complicado de sua vida onde a mesma se sente "vazia".

Este é um filme surpreendente que começa como mais um drama familiar, lento mas que evolui para algo voltado para a psiquê da personagem, evocando até mesmo toda a mística do sereísmo. Discussões importantes aparecem durante a obra como a depressão pós parto, a função paterna na criação e cuidado dos filhos, a individualidade da mulher enquanto mãe, e a romantização da maternidade.

O longa dirigido por Jason Reitman (Juno, Amor sem escalas, Garota Infernal..) tem 1h e 36 min e foi lançado no Brasil em Maio deste ano, pode ser encontrado pelo Streaming da Amazon, o Amazon Prime Video.

Recomendadíssimo. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opa! Seu comentário é bem vindo (comentários contendo pornografia, palavrões, ofensas raciais, misóginas e homofóbicas serão deletados)